<$BlogRSDUrl$>

3.9.03

«O erro de Lévi-Strauss» 
Prossegue a troca de ideias sobre a pertinência actual das afirmações de Lévi-Strauss na conferência de abertura do Ano Internacional de Combate ao Racismo e à Discriminação Racial (1971). Agora juntou-se ao debate o F. Curate no seu Daedalus:
--------------------------------------------------------
«O erro de Claude Lévi-Strauss terá sido, pois, a tentação em cair no abismo do relativismo cultural, que, reificando a diferença, acaba por demonstrar a incomensurabilidade dos sistemas culturais. Como afirma Sperber [1992, O Saber dos Antropólogos, Lisboa, Ed. 70, p. 95] o relativismo, enquanto postura filosófica e científica, substituiu a hierarquização da diferença por “um apartheid cognitivo: se não podemos ser superiores num mesmo universo, que cada povo viva no seu próprio universo”. O neo-racismo coetâneo não faz mais do que apropriar-se das concepções antropológicas do relativismo cultural, que, se por um lado suspende os juízos acerca da diferença cultural, por outro lado valoriza desmedidamente essa diferença».
--------------------------------------------------------
Obrigado ao Daedalus por esta síntese tão esclarecedora. Entretanto o Francisco promete voltar ao tema. A seguir com interesse, portanto.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Visitors: